Skip to: search, navigation, or content.


Indiana University Bloomington

Institute for Global Organizational Effectiveness

LatinLife Portuguese

A vantagem de Kelley: Explore vida latina em Kelley. Baixe o podcast em português.

Conexões

Indiana University provides numerous internationally-oriented academic programs and resources.

Learn more about Latin American resources at IU and Kelley:

Português

Indiana University (EUA) recebe US$4,8 milhões para instituto e bolsas de estudo da América Latina

PARA LIBERAÇÃO IMEDIATA

27 de abril de 2010

BLOOMINGTON, Indiana, EUA. -- Um novo instituto criado por meio de uma doação de $4,8 milhões de dólares aumentará significativamente as atividades por parte da escola de administração da Universidade de Indiana, Kelley School of Business, na América Latina, além de dinamizar a diversidade global e iniciativas de globalização da escola.

O Instituto de Eficácia Organizacional Global está sendo estabelecido através de uma doação particular coordenada pela Fundação GEO Global. É a maior doação para a escola feita por alguém que não é um ex-aluno da Universidade. Ariel Aisiks, fundador e diretor executivo da GEO Capital Holdings, LLC presidirá o conselho consultivo do novo instituto.

Herman Aguinis, professor do Departamento de Gestão e Empreendedorismo de Kelley, vai dirigir o novo instituto. Ele disse que vai mesclar a pesquisa, ensino e funções externas, a fim de aumentar o valor percebido por uma educação em Kelley na América Latina, tanto para os diplomados e para as empresas que os contratam após a graduação.

"Assim como na China, onde há milhões e milhões de pessoas, quantidade não é o mesmo que qualidade, e para muitas organizações da América Latina poder contratar um MBA de Kelley, que é totalmente bilíngüe, totalmente bi-cultural é uma jóia " disse Aguinis. "A visão é que Kelley será o estabelecimento de ensino de escolha e referencia em pesquisa de negócios para a América Latina entre 10 e 15 anos a partir de agora."

O potencial de expansão econômica da América Latina é um espelho do que está ocorrendo em outros mercados emergentes ao redor do mundo. Hoje, o Brasil é a maior economia da América Latina e a decima no mundo, e espera-se que esteja entre as cinco maiores nas próximas décadas. Várias outras nações - especialmente Peru, Chile e México - estão vendo suas economias em grande expansão.

"No GEO Capital, estamos ativamente envolvidos no apoio ao desenvolvimento humano global, através de programas focados na redução da pobreza, educação e empreendedorismo social. Esta tremenda iniciativa abrange a educação como um valor fundamental do bem-estar da comunidade e do progresso humano", disse Aisiks. "Nossa equipe fará parceria com líderes educacionais estabelecidos na Universidade de Indiana e da escola Kelley para apoiar os empreendedores emergentes e projetos sociais que promovam uma mudança sustentável que irá melhorar as condições das comunidades locais. O instituto será um meio de construir pontes entre a América Latina e outras economias ao redor do mundo."

"Na Universidade de Indiana, investimos bastante nos esforços estratégicos para aumentar as competências globais dos nossos alunos", acrescentou o presidente da Universidade, Michael McRobbie. "Parte desse esforço inclui o desenvolvimento de programas que promover uma maior compreensão entre os nossos estudantes de áreas criticamente importantes do mundo. Estamos muito gratos por esta generosa doação, que permitirá que a escola de negócios de Kelley desenvolva novas oportunidades de ensino e pesquisa para os estudantes, buscando um maior entendimento cultural e econômico da América Latina, que contém algumas das principais economias do mundo emergente."

"Nós estamos profundamente agradecidos por esta generosa oferta, que prevê um apoio extraordinário para a globalização, uma das cinco iniciativas estratégicas para o nosso campus", acrescentou o reitor e Vice-Presidente Executivo da Universidade de Indiana, Karen Hanson. "O futuro da educação superior exige envolvimento e colaboração nos esforços para promover a inovação em todo o mundo. O Instituto de Eficácia Organizacional Global estará a frente de tais esforços."

Tal como os seus outros empreendimentos recente para a Índia e Coréia, o novo instituto irá eventualmente ajudar a escola de Kelley a aumentar sua presença na América Latina, disse Dan Smith, reitor de Kelley.

"Globalização já é uma realidade e com ela vem uma nova procura para encontrar, desenvolver e reter os melhores talentos", disse Dan Smith, reitor de Kelley. "Os talentos estão sendo produzidos no mercado global e esses trabalhadores são a matéria prima mais procuradas. Trabalhadores com conhecimento global, em particular, são críticos para a competitividade organizacional e nacional.

"No mercado internacional de hoje, as empresas que se destacarão serão aquelas capazes de criar e manter uma colaboração produtiva entre trabalhadores de diferentes países, culturas e origens", acrescentou Smith. "As empresas vencedoras serão aquelas que podem potencializar e incorporar a performance e diversidade na força de trabalho. O Instituto de Eficácia Organizacional Global, irá produzir melhor conscientização em uma importante região, a América Latina. Isto é realmente uma oportunidade incrível para Kelley e todos nós somos gratos pela liderança que o Professor Aguinis tem desempenhado no sentido de tornar isso possível."

Atividades incluídas no novo instituto:

  •  Bolsas de estudo para cursos de MBA para até oito novos alunos internacionais por ano, que receberão uma bolsa de dois anos no valor de $25.000 dólares anuais. Eles serão envolvidos em projetos de pesquisa e consultoria que irá beneficiar não só empresas latino-americanas, mas também às pesquisas realizadas pelos alunos de doutorado de Kelley. Cerca de 55 bolsas de estudo serão fornecidas até 2019.
  •  Bolsas de estudos similares para estudantes de doutorado, no valor de $25.000 dólares americanos anuais, alem do pagamento completo da mensalidade durante o programa de cinco anos. Oito destas bolsas de doutorado serão concedidas até 2019. O instituto irá permitir a Kelley se comparar ao que é oferecido a candidatos qualificados em outros programas de doutorado altamente reconhecidos, incluindo as Universidades de Harvard e Stanford.
  •  Os estudos de pesquisa serão baseados em dados fornecidos pelos projetos de cosultoria do MBA, que irá resultar em um novo conhecimento da América Latina, que será apresentado nas principais conferências e posteriormente publicados. As empresas que se beneficiam da pesquisa irão fornecer além de apoio financeiro adicional, a oportunidades de emprego para futuros MBAs.
  •  Organização que irá conduzir as relações com as empresas na América Latina, para informar e apoiar o ensino do instituto e os esforços de pesquisa, além de adquirir conhecimentos sobre a melhor forma de aumentar o seu capital humano.
  •  O instituto servirá como uma plataforma para uma rede de atuais e ex-Kelley MBAs para toda a América Latina, bem como um canal para as empresas que necessitam de desenvolvimento profissional para os profissionais formados em Kelley, que também oferece cursos e programas on-line personalizados.

As bolsas de estudo para o curso de MBA e PhD estão abertas a qualquer pessoa com uma especialização ou interesse na América Latina, incluindo os indivíduos que já tenham trabalhado para empresas da região. A etnicidade não é o único critério, mas uma atenção especial será dada aos estudantes que são originalmente da América Latina ou que tenham uma ligação direta com a região.

O instituto é um dos vários esforços estratégicos para expandir as experiências de educação global de Kelley. O financiamento federal para o Centro Internacional de Negócios da Educação e Investigação está expandindo suas atividades na América Latina. Estudantes de MBA envolvidos com o programa Global de Negócios e Empreendedorismo Social (GLOBASE) tem trabalhado com empresas no Peru.

Além da doação, o escritório do reitor da Universidade de Indiana está oferecendo $ 10.000 dolares anuais, por cinco anos, para apoiar o lançamento do instituto.

"Este é um sonho para mim. Ser capaz de dar uma oportunidade para muitos alunos motivados e inteligente, que seria negada de outra forma", afirmou Aguinis. "Isso também é maravilhoso para melhorar o capital humano das organizações de toda a América Latina. Kelley é o lugar certo para fazer isso por causa do calibre do corpo docente, dos estudantes e da infra-estrutura na Universidade de Indiana."

Mais informações sobre o Instituto de Eficácia Organizacional Global está disponível online em http://www.kelley.iu.edu/igoe